Se desejar realizar qualquer trâmite de forma telefónica, entre em contacto connosco através do número de telefone 913 342 196, 24 horas por dia.

        Para consultas relacionadas com ofertas de Voo + Hotel deve entrar aqui.
        Escreva corretamente o seu e-mail ou a palavra-passe.
        Esqueceu-se da password?
        História do edifício

        Uma Casa Palácio barroca que nos transporta para o séc. XVIII

        Este edifício de meados do século XVIII é uma Casa Palácio da época barroca com uma forte remodelação isabelina. Nas suas origens, foi sede do consulado e da embaixada britânica até final do século XIX. Durante a Guerra da Independência Espanhola (1808-1814) a sua localização foi fundamental na defesa da cidade e no seu abastecimento via marítima.

        O seu mais ilustre inquilino foi o Embaixador Sir Richard Wellesley, irmão mais velho de Arthur Wellesley, mais conhecido como o Duque de Wellington, uma das principais figuras militares e políticas do Império britânico no século XIX. Curiosamente, quando o Duque visitava Cádis alojava-se nesta casa, e muitas das estratégias do exército aliado para expulsar as tropas napoleónicas da Península Ibérica foram planeadas aqui. Posteriormente, a família gaditana do marinheiro Benito Cuesta habitaria nela até finais dos anos 90 do século XX.

        Tal como a maioria das Casas Palácio da época, esta distribuía-se por quatro andares de acordo com as utilizações: armazéns no rés-do-chão, por cima escritórios da atividade comercial, a casa principal no andar nobre e no andar superior as dependências da serventia.

        A Casa Palácio Sagasta está estruturada em torno de um pátio central de grande altura, coberto por uma lindíssima monteira de vidro e ferro. Ao fundo deste começa a escadaria imperial construída em 1860 e, sobre ela a torre miradouro com guarita, uma das maiores de Cádis.

        Ao caminhar entre as suas divisões cheias de história, cada recanto lembra os tempos do Comércio das Índias.

        Horários

        Mais informação