Se desejar realizar qualquer trâmite de forma telefónica, entre em contacto connosco através do número de telefone 902 93 24 24, 24 horas por dia.

        Para consultas relacionadas com ofertas de Voo + Hotel deve entrar aqui.
        Escreva corretamente o seu e-mail ou a palavra-passe.
        Esqueceu-se da password?
        Córdova

        Visitar a cidade de Córdova é a oportunidade perfeita para descobrir um lugar com história e desfrutar da beleza cultural e arquitetónica nas margens do Guadalquivir.

        As suas origens, em pleno final da Idade do Bronze (séculos IX e VIII a.C.), e o seu passado histórico são os principais responsáveis pela beleza que possui, com uma localização ideal perto do rio como uma importante zona de comércio séculos atrás. Tudo isto deixou marca numa cidade tão bonita como esta.

        Alcácer dos Reis Cristãos de Córdova

        O Alcácer dos Reis Cristãos representa, a mostra mais importante da evolução da arquitetura de Córdova onde se combinam restos romanos, visigóticos e árabes, sendo esta fortaleza do antigo Palácio Califal o local preferido dos governantes de Córdova.

        O esplendor, a beleza e a autenticidade dos seus pátios surpreendem qualquer um que visite este monumento. O Alcácer dispõe de dois pátios dos quais o mudéjar se destaca pelo belo cenário que oferece ao visitante.

        Igrejas Fernandinas

        Trata-se de um conjunto de edificações ordenadas por Fernando III o Santo após a conquista da cidade em 1236 e muitas destas, com um estilo românico misturado com o gótico e o mudéjar, foram construídas sobre mesquitas.

        Almedina Azahara

        A Cidade Brilhante que o primeiro califa cordovês Abderramán III mandou construir a noroeste da cidade, foi concebida como nova sede do governo do califado e residência habitual do califa. Embora se diga que a mandou construir para a sua esposa mais querida, al-Zahrá (Azahara), considera-se que as razões políticas e ideológicas são as que verdadeiramente justificam tal construção.

        Mesquita-Catedral de Córdova

        A Mesquita-Catedral de Córdova é, um dos principais monumentos arquitetónicos da cidade, foi declarada Património da Humanidade desde 1984, representando assim o cume do estilo omíada em Espanha. Combina na perfeição a utilização de vários estilos: gótico, renascentista e barroco.Nas suas origens, já nos tempos visigóticos, era conhecida como a basílica de San Vicente, partilhada por muçulmanos e cristãos até que Abderraman I decidiu destrui-la e construir sobre esta a mesquita, que ainda hoje mantém alguns traços da antiga edificação. Esta mesquita dispõe de duas zonas diferenciadas: o pátio ou sahn com pórtico, onde podemos encontrar o minarete, e a sala de oração ou haram.

        Palácio de Viana

        Esta bela construção, situada na praça de Don Gómez, dispõe de doze bonitos pátios e de um bonito jardim e as suas divisões albergam várias e heterogéneas coleções: pinturas, loiças, mosaicos, tapeçarias, azulejos, armas de fogo... Destacam-se a coleção de guadamecis e a grande biblioteca.

        Ponte Romana e Torre da Calahorra

        Juntamente com a mesquita e o seu ambiente envolvente, constituem um dos cenários mais bonitos da cidade, especialmente ao pôr do sol ou sob a luz da lua. A sua estrutura principal data da Idade Média e tem sofrido várias remodelações, a última em 1876.

        No seu extremo sul edifica-se a torre albarrã, declarada monumento histórico-artístico. Mandada construir por Enrique II da dinastia de Trastâmara, dispõe de uma localização estratégica na entrada da cidade pelo que constitui uma construção de grande importância na história militar de Córdova. Atualmente acolhe o museu Roger Garaudy.

        A Sinagoga

        Templo hebreu situado na judiaria da cidade, é a única sinagoga da Andaluzia e uma das poucas que ainda se conservam em Espanha. Declarada Bem de Interesse Cultural em 1885, utilizada como lugar de culto até à expulsão judaica em 1492 e que, posteriormente, serviu como hospital, ermida de San Crispín e escola infantil.

        Templo romano

        Situado junto da Câmara Municipal de Córdova, dedica-se ao culto imperial e fez parte do Fórum Provincial, assim como do circo. Algumas das partes originais do templo podem-se ver no Museu Arqueológico ou em algumas das zonas da cidade, como é o caso da coluna estriada da praça de Doblas.