Se desejar realizar qualquer trâmite de forma telefónica, entre em contacto connosco através do número de telefone 913 342 196, 24 horas por dia.

        Para consultas relacionadas com ofertas de Voo + Hotel deve entrar aqui.
        Escreva corretamente o seu e-mail ou a palavra-passe.
        Esqueceu-se da password?
        História do edifício

        Um hotel que ressuma história no centro nobre de Segóvia

        Muita gente de Segóvia conhece este edifício como o "Convento de las Oblatas". O motivo é que estas foram as últimas religiosas a habitar este espaço singular. Fizeram isso até 1996, educando as meninas que lhes eram enviadas pelo Tribunal Tutelar de Menores. Nesse ano deixaram o convento, que passou para as mãos de uma empresa que o transformou num hotel de luxo, o primeiro cinco estrelas de Segóvia.

        Antes da chegada de las Oblatas, a desamortização de Mendizábal transformou o convento em quartel militar e colégio de artilharia até 1929. E se voltarmos aos seus primórdios, em 1637, os fundadores desta obra monumental foram cento e vinte monges Capuchinhos, seguidores de São Francisco de Assis, que tinham como patronos Don Antonio de Contreras e González Bernardo de Quirós e sua esposa Doña María de Amezqueta y Guzmán.

        Como bons ascetas, os monges da ordem dos Frades Menores Capuchinos escolheram um local com belas vistas sobre o vale do Eresma. Rodeados de palácios, igrejas românicas e outros conventos religiosos, conviveram numa edificação que era composta de igreja, convento e residência. Como era costume nas construções segovianas do século XVII, estas formavam um conjunto barroco austero com muros altos em calcário e reforçados com silhares nos cantos.

        As construções articulam-se à volta da Igreja de nave única e abóbada de berço, e do antigo claustro virado a nascente. A fachada da Praça dos Capuchinos ficava assim parcialmente recuada, adintelada em granito e coroada com um frontão triangular e um óculo no seu tímpano. O corpo superior contém um nicho com a imagem de São Boaventura encimado por um frontão curvo. Por cima deste há uma vigia e, à esquerda e à direita, vemos os escudos em mármore dos fundadores do templo.

        Situado no centro nobre de Segóvia, na Plazuela Capuchinos n.º 2, junto à Academia de San Quirce, o atual hotel Aurea Convento Capuchinos 5* conserva a sua fachada inalterada. No interior, a igreja foi convertida em restaurante gastronómico, e as outras duas áreas foram transformadas em quartos e serviços comuns do hotel.

        A antiga horta é hoje um fabuloso jardim com amplos terraços e magníficas vistas sobre o leito do rio Eresma e a Alameda, constituindo uma das maiores herdades existentes dentro centro histórico amuralhado de Segóvia.

        Horários

        Mais informação